Contabilidade Digital no Mato Grosso do Sul

Contabilidade para agronegócio. Quais as diferenças?

A Contabilidade para Agronegócio é uma especialidade que visa alinhar propriedades agrícolas com as necessidades impostas pelo Estado e pelos órgãos reguladores. Entenda as diferenças desse tipo contábil.
A Contabilidade para Agronegócio é uma especialidade que visa alinhar propriedades agrícolas com as necessidades impostas pelo Estado e pelos órgãos reguladores. Entenda as diferenças desse tipo contábil.

A Contabilidade para Agronegócio, ou Produtores Rurais, atende às necessidades de quem produz no campo, independentemente da escala, englobando diversos aspectos do Agronegócio.

Considerar terras, equipamentos, financiamentos em propriedades rurais, patrimônio líquido e outros elementos é essencial para esse processo.

Entenda no decorrer desse artigo, você entenderá um pouco mais sobre as diferenças e especificidades da Contabilidade para Agronegócio. Se ao fim da leitura lhe restarem dúvidas, converse com os especialistas Dadt.

A Contabilidade para Agronegócio e seu papel

Fundamental para o desenvolvimento de propriedades rurais, a contabilidade para o agronegócio tem como principal função a gestão patrimonial da fazenda, assim como acompanhamento próximo dos ativos, passivos e do patrimônio líquido do negócio.

Com demanda de conhecimento nas flutuações de ativos agrícolas, peculiares e de exploração vegetal e animal, a contabilidade rural destaca-se ao:

  • Acompanhar Compras e Vendas: Para garantir a saúde financeira do negócio rural, é necessário manter as finanças sob controle, sabendo exatamente os valores obtidos pelo lucro gerado na atividade fim do negócio, avaliando custos, demanda de mercado, assim como repetição de padrões anualmente diante das safras, antecipando possíveis momentos de escassez e procurando soluções para tal;
  • Produzir relatórios claros: Seguindo a linha do ponto anterior, relatórios claros, que estudam a lucratividade do negócio numa dada safra, visando comparar e otimizar as estratégias do negócio rural, também é uma das responsabilidades da pessoa encarregada da contabilidade para agronegócio;
  • Estudo de aspectos relativos à produção: A produção agrícola, diferente de outros setores do mercado, possui aspectos comuns, como receitas e despesas, mas também especificidades, como maquinário, terra, insumos agrícolas, fertilizantes, investimento em nova genética quando se fala em pecuária, assim como a constante busca por empréstimos que financiam parte da produção. Cabe à contabilidade para agronegócio acompanhar esse fluxo financeiro e garantir a lucratividade do negócio.

Estes são apenas 3 dos diversos pontos que diferenciam a Contabilidade para Agronegócio da Contabilidade comum. A assessoria contábil tem a função de adaptar suas ferramentas ao funcionamento específico do mercado, buscando trazer soluções úteis para o cliente

Conte com a DadT para lhe auxiliar na Contabilidade para Agronegócio

Com critério específico como atenção às contas, inventário rural, registro de perdas, empréstimos, ciclos operacionais e adaptação do fluxo de caixa. A DadT oferece soluções especializadas.

Com mais de 20 anos no mercado, a DadT pode oferecer a assessoria que o agronegócio precisa. Converse com os especialistas da marca e entenda melhor as soluções oferecidas. Não deixe de conferir também o Blog DadT a fim de entrar em contato com mais artigos esclarecedores como este.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *