Contabilidade Digital no Mato Grosso do Sul

NFS-e Padrão Nacional: como e quando será a mudança?

Descubra como a NFS-e Nacional vai padronizar a emissão de notas fiscais em todo o Brasil e como a Dadt é especialista nisso!
Descubra como a NFS-e Nacional vai padronizar a emissão de notas fiscais em todo o Brasil e como a Dadt é especialista nisso!

O que é a NFS-e Padrão Nacional?

Resumidamente, a nota fiscal de serviços terá apenas um modelo em todo o país, bastante parecido com o que já ocorre com a NF-e. 

Essa iniciativa do Governo Federal visa facilitar a fiscalização do ISS, disponibilizar um software emissor para pequenos municípios e realizar a padronização do documento fiscal. 

Dessa forma, para que o projeto ocorra sem problemas, o desenvolvimento e produção, além de possíveis custos adicionais que ficaram por conta da SEBRAE e RFB até o dia 31 de dezembro de 2023.

Além do mais, o projeto terá o apoio da SERPO para hospedagem, manutenção e criação de um comitê gestor. 

Dessa maneira, a implementação terá um melhor funcionamento, pois a alteração será feita em grande escala. 

Serão beneficiados no total 5.570 municípios, substituindo os atuais 20 modelos de NFS-e. Padronizando as alíquotas ISS e Declarações. Dessa forma, caso o contribuinte possua alguma exclusividade, como alíquota diferenciada, será necessário preenchê-la manualmente.

Confira também:


O que irá mudar com a Nota Fiscal Eletrônica de Serviços no Padrão Nacional?

Primeiramente, a maior mudança é a redução da burocracia para emissão da NFS-e padrão nacional, o que significa um salto em produtividade para mais de 14 milhões de MEIs. 

Vamos entender que, desse modo, é necessário analisar a emissão das notas que antes realizada pelo município. Além disso, cada um possui a sua própria legislação e sistema para emitir as notas. 

Vamos entender que, desse modo, é necessário analisar a emissão das notas que antes realizada pelo município.

Isso significa, que ao mesmo tempo que o processo é simples para alguns MEIs, comumente outros microempresários perdem bastante tempo em filas e, muitas vezes, precisam se deslocar várias vezes por conta das divergências de informações e falta de clareza dos documentos necessários para regularizar a emissão de notas fiscais.


 

Como emitir notas fiscais no MaisMei?

Desde o dia 6 de abril, novos usuários do MaisMei de qualquer um dos 5.568 municípios brasileiros podem emitir suas notas fiscais de serviços diretamente do aplicativo da MaisMei. 

A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica de padrão nacional está disponível para MEIs em todo o Brasil. 

O Mei prestador de serviço, independente do convênio do seu município, já pode emitir suas NFS-e.

Primeiro, através do Portal da Nota Fiscal de Serviço Eletrônico ou aplicativo “NFSe Mobile”

>> Acesse aqui o passo a passo para prestador de serviços MEI emitir a Nota Fiscal Eletrônica no novo Padrão Nacional

A partir do dia 1º de setembro de 2023, MEIs que prestam serviços para pessoas jurídicas devem obrigatoriamente emitir suas Notas Fiscais de Serviços no padrão nacional, segundo a Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional número 169/2022.

Se você ficou com alguma dúvida em relação a NFS-e padrão nacional, entre em contato com a gente e conte com os serviços contábeis de nossos especialistas. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *